Família no Grand Canyon South Rim

 

Grand Canyon   

Grand Canyon South Rim

Parque Nacional do Grand Canyon, localizado no Arizona e um dos primeiros parques nacionais dos Estados Unidos.

É o mais espetacular cânion do planeta e foi formado, segundo os geólogos, pelo rio Colorado que erodiu por milhares de anos e formou aquela obra divina de tom avermelhado, no deserto. Um vale gigante com vistas deslumbrantes.

São 446 Km de extensão por 29 Km de largura, com penhascos que chegam a atingir 1800 metros de profundidade. Segundo estudos recentes sobre a história da incisão do canyon, o rio Colorado traçou seu curso através da região há cerca de 6 milhões de anos e desde então o rio tem afundado e alargado o desfiladeiro.

Para a visitação, o filé do Grand Canyon é o South Rim (preste atenção nisso) que também é a parte mais acessível para os turistas. Na margem sul você tem vistas incríveis a partir do Desert View, Hermits Rest e do Grand Canyon Village. O South Rim fica aberto o ano todo para visitas.

Grand Canyon South Rim
Grand Canyon South Rim

A distância de Las Vegas para South Rim é de 450Km, isso mesmo, não é tão pertinho como muitos imaginam, mas vale mais do que a pena. São 12 mirantes de tirar o fôlego e várias trilhas vertiginosas. Se você acha que os americanos colocaram grades de proteção em todos os mirantes e que não tem perigo nenhum andar de carro pela borda do penhasco, esquece, o grande lance está justamente ai, cada um que se cuide e fique atento onde pisa. São poucas as grades de proteção, a maioria dos trechos são abertos e a altura é de perder a respiração. Como fomos no inverno e tinha muita neve, os cuidados dobram para não escorregar no gelo, mas aquele vermelhão com pedaços brancos da neve, formava um cenário indescritível.

Grand Canyon South Rim

O ingresso para o Parque custa US$ 30,00 por carro ou US$ 15,00 por pessoa entrando em van ou ônibus e esse passe vale por uma semana.

Não conhecemos a ala norte, Grand Canyon North Rim, mas sei que fica a 400 Km de Las Vegas e é bem menos frequentado, também porque não abre o ano todo, somente de maio a outubro e tem apenas 3 mirantes.

Uma outra opção pra quem não está com muito tempo e pretende fazer somente um bate-volta, é o Grand Canyon West Rim que fica a apenas 195Km de Las Vegas. É também uma parte legal de se conhecer pois é neste ponto que construíram a Skywalk, uma passarela de vidro em U, que dá a sensação de caminhar no ar em cima do cânion e claro, que exige uma certa coragem. Nós acabamos não visitando o Skywalk mas pretendo um dia conhecer.

O ingresso para o Parque West Rim incluindo a Skywalk, custa US$ 81,00 por pessoa e lembrando que os visitantes não podem levar suas próprias câmeras na passarela (que sem graça) e aí então você vai acabar pagando mais US$ 35,00 por uma foto sua caminhando pelo vidro.

Em nossa primeira visita ao Grand Canyon, optamos por uma visitação mais contemplativa, para conhecer e admirar tudo aquilo, mas na próxima pretendemos fazer um passeio de aventura que promete ser incrível, como por exemplo, de bote, de bicicleta ou mesmo de mula…ahahaha

Grand Canyon South Rim

Sabia que não tem estrada por dentro do Grand Canyon, tipo para descer até o fim do buraco? Carros e ônibus só podem circular pela borda, parte mais alta. Se você quiser descer e chegar na parte inferior do canyon, somente a pé com trilhas ou de mula, saindo da borda sul ou norte.

São vários tours oferecidos para visitação do Canyon, em Las Vegas você encontra várias opções de passeios:

– Com certeza a melhor é ir de carro e com seu carro, claro, assim você pode parar onde tiver vontade e ficar o tempo que quiser;

– Agora, se você está um pouco inseguro em dirigir até lá ou prefere seguir com guia para não ter erro, uma opção é comprar o Tour de ônibus em Las Vegas que te levará nos lugares certos;

– Para os mais afortunados…ahahahahah… uma ótima opção é o Tour de Helicóptero que também pode ser fechado em Las Vegas e lhe proporcionará uma vista de perder a respiração. Neste Tour você tem também a possibilidade de descer até a base do cânion.

– Um outro passeio que também parece ser incrível é a travessia de bote pelo trecho mais tranquilo do rio Colorado, atravessando o Glen Canyon. Para o passeio de bote você sairá de Page, cidade localizada a 290 Km de Glagstaff, à beora do Lake Powell.

– Agora, um passeio que eu adoraria fazer mas que ficou pra próxima, é o passeio de mula, Mule Trips. Deve ser incrível descer até o fundo do canyon nas costas de uma mula. Você passa por uma trilha super estreita e íngreme… O problema desse passeio de mula é que a procura é muito grande para poucas mulas e portanto, a reserva tem que ser com no mínimo 1 ano de antecedência. O ponto alto desse passeio é que você não desce e sobe no mesmo dia, nem a mula e nem você aguenta isso, e portanto, você acampa lá embaixo.

A distância, por rodovias, de North Rim para South Rim é de 354 Km, bem longinho.

Grand Canyon South Rim
Grand Canyon South Rim

 Nossa experiência pelo Grand Canyon South Rim:

Nosso último pernoite antes de seguirmos para o Grand Canyon foi em Kingman/Arizona que falarei em outro Post. Kingman está localizado no Deserto de Mojave.

Nossa entrada no Grand Canyon seria no South Rim que embora mais distante (450 Km de Las Vegas), foi unânime , segundo minhas pesquisas, as opiniões sobre ser o filé do Canyon, e não me enganaram não.

Grand Canyon South Rim
Grand Canyon South Rim

No caminho ao Grand Canyon South Rim o cenário ia mudando à medida que nos aproximávamos mais e mais da entrada, começamos a avistar muita neve e aumentava ainda mais a euforia dentro do motorhome.

Passamos pela cidade histórica de Williams e seguimos para Tusayan, localizada a 10Km da entrada do parque e onde se concentra a maior parte dos hotéis. Dois hotéis me chamaram muita atenção: El Tovar e Yavapai Lodge que são lindos demais e enormes. Como já tínhamos nosso hotel reservado, seguimos em frente…ahahahaha

Chegamos na guarita da entrada do GRAND CANYON NATIONAL PARK, uma casinha de madeira bem rústica, bem bonitinha. Pagamos U$ 30,00 pelo nosso ticket (valor cobrado por veículo) e é válido para entrar no parque por 7 dias consecutivos e nos entregaram um mapa e um jornal do parque.

Com o auxílio do mapa, seguimos direto para o Grand Canyon Village e nossa primeira parada foi no Mather Point, quando descemos e demos de cara com tudo aquilo, a emoção tomou conta de todos, como poderia existir um lugar como aquele? Não é atoa que está entre as 7 maravilhas naturais do mundo. Vocês acreditam que por segundo, cogitei não irmos até o Grand Canyon? Achava distante demais e fugiria muito de nossa rota. Ainda bem que não dei ouvidos a esse pensamento… A temperatura estava em torno de 1 ou 2 graus negativos mas nem nos importamos com isso, olhando tudo aquilo ficou impossível conter as lágrimas.

Grand Canyon em família
Grand Canyon em família

Os Rangers (guardas turísticos do parque) circulam por ali e podem te auxiliar numa ou outra informação.

O por do sol começou e o espetáculo era ainda maior, as rochas mudavam de cor como se alguém estivesse no controle daquilo, acendendo luzes coloridas e apagando outras. A neve cobria algumas montanhas e o alaranjado daquele céu… Sensacional!!!

Anoiteceu e saímos em busca de um local para o pernoite. Dentro do mesmo parque encontramos um camping o “Trailer Village RV Park”, era perfeito e decidimos dormir por ali. O frio já estava em -7 graus e o camping estava coberto de neve. Uns 4 motorhomes estavam estacionados ali mas a área é bem grande e parecia que o camping era só nosso.

As crianças pegaram as lanternas e desceram pra brincar na neve enquanto preparávamos o jantar. Claro que elas estavam preparadas com botas e casacos para neve mas eu fiquei um pouco lá fora com minha simpática botinha de couro e quase congelei os dedos.

Grand Canyon Mather Campground
Grand Canyon Mather Campground

Seguramos aquela noite com chocolate quente e café fervendo e foi tudo perfeito. Acendemos o farol do motorhome pois a escuridão era grande e ficamos por ali enrolados em cobertores e procurando coiotes… algumas placas avisavam sobre eles.

As crianças dormiram e então coloquei a bota da neve e ficamos do lado de fora conversando e tomando cerveja, sei que não era a bebida apropriada para aquele cenário mas foi até divertido pois afundávamos as latas na neve para gelar ainda mais e nos divertíamos com a cena.

Aquela noite foi bem fria, os termômetros chegaram a marcar -12graus mas claro que dentro do nosso RV estava tudo quentinho.

Nem preciso dizer que valeu muito a pena passar a noite ali dentro do Grand Canyon, isso não teve preço. Posso riscar da listinha de sonhos: PERNOITAR NO GRAND CANYON.

Aviso para as pessoas ficarem atentas com a altíssima altitude (7.000 pés acima do nível do mar) e para aqueles com problemas respiratórios ou de coração, tem que ficar bem atentos nisso.

Na manhã seguinte o cenário era incrível, muita neve e muito frio mas o sol brilhando lindamente. Fui caminhando com as meninas até o Canyon Village e não tinha como evitar um tombo no gelo…ahahah… muita neve… Entramos no Market e ficamos encantadas com a infinidade de souvenirs , vontade de levar tudo.

Grand Canyon Mather Campground
Grand Canyon Mather Campground

Esqueci de mencionar mas o pernoite no Camping do Canyon nos custou U$ 30,00 e tinha toda a estrutura necessária para o motorhome.

 

Grand Canyon - Mather Campground
Grand Canyon – Mather Campground
Mather Campground
Mather Campground

Passamos o dia todo ali, só indo de um lugar para o outro e tirando muitas fotos. Saímos do Grand Canyon com destino ao Death Valley,nossa próxima parada.

Grand Canyon South Rim
Grand Canyon South Rim
Rio Colorado cortando o Grand Canyon
Rio Colorado cortando o Grand Canyon
Grand Canyon
Grand Canyon
Grand Canyon South Rim
Grand Canyon South Rim
Grand Canyon South Rim
Grand Canyon South Rim

CLIQUE AQUI e veja o ROTEIRO COMPLETO desta viagem.

Abaixo um vídeo com nossos melhores momentos numa das 7 Maravilhas do Mundo:

 

8 comentários sobre “Família no Grand Canyon South Rim

  1. Olá!
    Muito bom seu roteiro, pretendo fazer um parecido, mas sem neve..rs
    Vc se deslocou dentro do Grand Canyon de motorhome ou andando? Da pra se deslocar de motorhome? Como é?
    Obrigado!

    1. Ola Deocir, tudo bem?
      Sim, nós nos deslocamos lá dentro só de motorhome e foi bem tranquilo. Tem muito pra se ver e é importante ter um carro pra se deslocar, embora dentro do parque tem um sistema de transporte gratuito e muito bom.
      Nós visitamos o Grand Canyon em Janeiro e não tinha muita gente, foi bem fácil circular lá dentro. Acontece que já me disseram que no verão é mega lotado e fica bem difícil arrumar lugar pra estacionar pois a disputa é grande, então se vocês tiverem de motorhome na alta temporada a dica é reservar o camping com muita antecedência e circular lá dentro de “Shuttle”.
      Mas me conte mais da viagem de vocês, adoraria ajudar no que for preciso.
      Se achar melhor pode me enviar um email cris.rafama@hotmail.com
      Um grande abraço e estou a disposição.
      Cris Hossu

  2. Parabéns pelo post, iremos fazer uma trip por Los Angeles/Las Vegas na primeira quinzena de março proximo, e queremos conhecer o grand cannyon de motorhome, queria mais dicas….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *