Os perrengues com o motorhome

Hoje vou falar um pouco de coisas não tão legais que acontecem numa viagem, os famosos “perrengues”, aliás, quem nunca??? Acredito que seja impossível não trazer na bagagem pelo menos um perrengue pra contar, mas claro que nas minhas viagens isso é sempre exagerado. Tenho uma lista gigante de coisas engraçadas que já passei por aí, mas vou contando aos poucos. Agora quero compartilhar com vocês duas situações, digamos “sérias” que aconteceram em nossa road trip pela Costa Oeste.

  • NÃO DURMA DURANTE O FILME

Pois bem, quem leu o Post sobre a locação do motorhome viu que no momento da retirada do veículo precisamos assistir a um filme de mais ou menos 40 minutos com todas as explicações necessárias sobre o funcionamento do carro e, de preferência, com um caderninho na mão anotando qualquer dúvida que venha a surgir durante o filme e que possa esclarecer posteriormente com o funcionário da locadora. Perfeito até aí; eles colocam a gente numa salinha tipo de cinema com cadeiras acolchoadas, sala escura e você tem a opção de escolher o filme em inglês ou espanhol. Puxa, tudo perfeito…

Como eu havia cuidado de tudo referente à viagem, tudo mesmo (o único trabalho que minha família teve foi se locomover até o aeroporto), achei que nada mais justo os homens assistirem ao filminho, claro, afinal de contas eles ficariam responsáveis por toda essa parte de motorhome.

Muito bem, eu e a Elizete ficamos ali pela locadora, tomando café e conversando enquanto o Júnior e Kaffer foram pra salinha de cinema. Por duas vezes entrei na sala e percebi os dois cochilando e então eu chamava a atenção deles para que prestassem atenção ao filme. Ah!!! Tenha dó.

Ok, o filme acabou e eles saíram como se estivessem com um diploma de Mestrado em Harvard, tipo “eu sei tudo e fiquem tranquilas”… bom, então vamos seguir.

De Carson fomos até o aeroporto de Long Beach devolver a Van e depois seguimos para Anaheim, onde acabamos fazendo nosso primeiro pernoite ali no Walmart. Acordamos, passeamos em Anaheim e seguimos para Calico. O Kaffer e a Elizete resolveram ficar ali em Anaheim e nós fomos indo na frente.

Chegamos em Calico já bem tarde da noite (leia sobre Calico no post Calico Ghost Town – Ca) e nosso painel do motorhome já acendia a luz vermelha do holding tank (tanque de detritos). Resolvemos deixar isso para o dia seguinte e logo que acordamos o Júnior já foi providenciar o descarte. Foi aí que tudo começou, percebi que ele estava com dificuldade e fui ver o que estava acontecendo.

A mangueira já estava acoplada no motorhome e na outra parte no sistema de esgoto do camping. Até aí parecia perfeito, então ele bombeava a alavanca para trazer todo o esgoto para a porta de saída e então acionava o botão e nada acontecia. Até onde sei, no momento que você aciona o botão, dá pra ouvir o barulho do descarte do esgoto e nós não ouvíamos nada; resumindo, tudo ainda estava lá dentro, nada havia sido descartado. O Júnior não se conformava com aquilo e então bombeava ainda mais a alavanca e nada de sair o esgoto. Fiquei louca da vida, pois essa era a parte principal do cursinho do cinema e provavelmente ele dormiu. E agora?

Não tinha outra escolha senão chamar um vizinho e pedir ajuda! E foi o que fiz, corri num senhor que estava fazendo a mesma coisa no motorhome dele e pedi apoio. Muito simpático e disposto a ajudar, ele veio todo sorridente e assim que bateu os olhos nas instalações que o Junior havia feito, começou a chacoalhar a cabeça em sentido negativo e dizia: “no, no, no…” e foi aí que o pior aconteceu, ele tirou a mangueira do lugar onde o Junior havia encaixado e explicou que não era alí, e foi então que nos mostrou onde ficava o tanque de detritos. E neste momento ele abriu a portinha do tanque verdadeiro e “plaft”… Lembram das milhares de bombeadas ininterruptas que o Junior dava na bomba de dejetos? Pois bem, todo o esgoto ele deixou ali bem na porta de saída e quando nosso amigo americano, com toda a boa vontade de um ser humano abriu a portinha, todo o esgoto foi parar na mão dele, aliás não só na mão, mas tinha cocô até o cotovelo…. Fiquei desesperada e comecei a gritar: “Oh my God! Oh my God! Oh my God!!” Já o Júnior foi um pouco além no inglês e dizia: “Oh my God! I´m sorry! Oh my God! I´m sorry!!!!”

Desespero total, peguei a mangueira e comecei a jogar água na mão do nosso vizinho e o Júnior pegou álcool pra ele… muita vergonha!!!!

Ele levou na esportiva e depois demos muita risada, mas sabemos que tudo isso só foi possível porque uma certa pessoa acabou cochilando na matéria principal.

CLIQUE AQUI e veja o ROTEIRO COMPLETO desta viagem.

  • O QUE ACONTECE EM VEGAS FICA EM VEGAS

Agora uma história nada engraçada.

Antes de começar a contar preciso deixar frisado aqui, para aqueles que pretendem alugar um motorhome, só dê ré no carro se tiver alguém do lado de fora pra te guiar. O motorista do motorhome não tem visão nenhuma na ré e é muito perigoso. Eles frisam muito isso no momento da locação.

Bom, chegamos em Las Vegas já tarde da noite, deixamos um motorhome no camping e saímos pra conhecer a Fremont Street. Decidimos ir com um carro só, facilitaria na hora de estacionar.

Já bem próximo da Fremont, saímos em busca de um lugar para pararmos. Engraçado, mas quando chegamos não achei um ambiente legal pra ficarmos com as crianças, tudo bem que já era bem tarde da noite. Mesmo assim decidimos estacionar e dar uma olhada rápida em tudo. Entramos numa rua bem escura e não encontramos nenhuma vaga e então o Júnior decidiu fazer o retorno e no momento que engatou a ré…Ai Ai AI !!! Bateu numa caminhonete preta estacionada… (com certeza cochilou nessa aula também, pois eles falam muito sobre nunca dar ré)… Fiquei desesperada, descemos do RV para conferirmos o estrago e fiquei em choque, pois havia amassado bastante a lateral da caminhonete… Oh my God!!! Incrível que no motorhome não fez nenhum arranhão.

Olhando aquela rua escura, o horário e a situação toda, peguei imediatamente um papel e escrevi um bilhete, coloquei no vidro da caminhonete e convenci o pessoal que o melhor a fazer naquele momento era irmos embora com as crianças, pois estávamos na casa dos outros e milhões de coisas passaram na minha cabeça. No bilhete coloquei nome,  telefone e “Call me”… “I´m sorry”.

Las Vegas

Las Vegas

Nem preciso dizer que aquela noite acabou pra todo mundo, puxa vida, nossa primeira noite em Vegas. Confesso que estava muito preocupada, achei que havíamos sido filmados por alguma câmera e que interpretariam aquela cena como uma fuga, mas não foi isso, foi medo de ficarmos ali com as crianças e sermos surpreendidos por sei lá quem. Não foi fácil convencer o Júnior e Kaffer que sair dali seria o melhor para garantimos a segurança de todos.

Guardamos o motorhome no camping e saímos a pé ali mesmo na Strip para jantarmos, e depois retornamos pra casa, não tinha mais clima pra nada.

Bom, acabamos dormindo logo e por volta das 3h30m o celular do Júnior tocou, levei um susto e claro que era a dona do carro, uma moça chamada Jenifer, muito educada, disse que morava em Las Vegas e perguntou onde eu estava. Achei desnecessário dizer onde estávamos, pedi milhões de “sorry” e me prontifiquei em acionar o seguro no primeiro horário do dia. Não tinha muito o que dizer, apenas pedi desculpas e disse que cuidaria de tudo.

No dia seguinte, logo que acordamos, ao invés de ligar direto para a seguradora, decidi ligar para uma prima que mora em Boston e pedi um help. Ela deu risada do nosso desespero e acabou cuidando de tudo pra mim, aliás, foi tudo bem simples, ela ligou pra seguradora e depois para a Jenifer e pronto, ficou tudo resolvido. Foi surpreendentemente rápido todo o trâmite.

A Jenifer me ligou para agradecer (como assim?? Causei tanto transtorno pra ela…), dizia que nós éramos anjos e que ficou surpresa com a atitude que tivemos de deixar um bilhete. Afff, e eu me sentindo tão culpada por ter ido embora e  deixado apenas um bilhete.

Mas é o seguinte: O que acontece em Vegas fica em Vegas!!!!

CLIQUE AQUI e veja o ROTEIRO COMPLETO desta viagem.

4 comentários sobre “Os perrengues com o motorhome

  1. Ao ler o seu post me vi exatamente em sua situação. Explico: estamos planejando uma viagem similar com o motorhome em 02/2017… eu já entrei no youtube e assisti ao vídeo explicativo do motorhome umas 20 vezes! Meu marido assistiu uma vez só e dormiu parte do vídeo! Agora fico morrendo de medo de acontecer algo na viagem com o rv.
    Então quando eu li esse post morri de rir por me imaginar nessa situação. Por outro lado morrendo de medo dessa viagem.
    Amei as suas postagens! Estão de parabéns pela coragem!

    1. Oi Regina, tudo bem? Desculpe a demora no retorno mas estava em outra loucura a bordo de um motorhome…kkkk… desta vez fizemos a Florida, de Orlando a Key West e não vejo a hora de começar a postar nossa nova aventura que foi incrível…Milhões de desculpas na demora da resposta mas quero ajudar vocês em tudo o que for preciso. Vocês estarão viajando agora em fevereiro? Mande um email pra mim com seu roteiro que te ajudo. Quanto a Golden Gate, não tem cabine de pedágio e quando chegamos no Brasil, varias cobranças de pedágio me aguardavam aqui…kkkk Mas foi tranquilo, entrei no site que eles informavam e fiz o pagamento com o cartão de crédito. Não tem jeito (pelo menos eu não vi outra opção), tem que passar e aguardar a cobrança no endereço. A cobrança do pedágio é de U$ 7,00.
      Mande um email pra mim que faço questão de ajudar no que puder…bjs

  2. Aliás esqueci de perguntar:
    Tiveram algum outro problema com o rv ou com multas? Como foi passar pelos pedágios com o motorhome (me disseram que pode ficar um pouco estreito)?
    Li em um site que precisa pagar pedágio toda vez que passa pela golden gate, mas teve um casal que não pagou porque não sabia e pegou multa.

    1. Regina, deixa eu te dar uma dica que também acho bastante importante, preste sempre muita atenção com a altura do motorhome, não é em todos os lugares que dá pra passarmos. Fique sempre na faixa da direita e nem sonhe em correr, mantenha uma velocidade que você possa controlar. Quanto as laterais, fique sempre atenta mesmo pois passamos por algumas guaritas que tivemos que fechar o retrovisor. Quanto aos pedágios não tivemos problemas, tem largura suficiente, fique tranquila. Agora, com certeza a dica mais importante, NUNCA dê ré no motorhome sem que tenha alguém te guiando do lado de fora, você não te visão nenhuma e qualquer descuido é perigoso. Bjs…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *