Roteiro na Mão

Portugal e Espanha de motorhome


Roteiro na Mão
Roteiro na Mão

O mês era Julho, férias e verão europeu!! Amigos chegando, estradas perfeitas e motorhome… o cenário não poderia ser melhor. Alugamos 3 autocaravanas (como é chamado aqui em Portugal) e seguimos para um roteiro de 11 dias por Portugal e Espanha.

Foram 11 dias e 10 noites num roteiro sem correria e aproveitando ao máximo a beleza dos dois países…

Veja aqui como foi nossa primeira aventura de motorhome pela Europa:

1º Dia – Braga / Aveiro / Águeda

Saímos de Braga com destino à Aveiro, nossa primeira parada. Ainda não conhecíamos Aveiro e confesso que ficamos encantados com a cidade, parece casinha de boneca.

Aveiro é chamada de Veneza Portuguesa, isso por causa dos seus canais com as gôndolas que na verdade são os famosos Moliceiros de Aveiro.

Ria de Aveiro - Roteiro na Mão
Ria de Aveiro – Roteiro na Mão

Não podíamos deixar de visitar também a Praia de Costa Nova onde ficam as casas de riscas coloridas. É uma praia deliciosa, com água do mar bem gelada, (claro)… mas com uma extensa faixa de areia e alguns restaurantes com especialidades em fruto do mar, perfeita para aproveitar o verão!!!

Uma dica para estacionar a autocaravana em Aveiro é no Canal de São Roque, ali encontramos um parque de estacionamento grátis. Na Praia da Costa Nova também tem uma área de serviço especial para autocaravanas, localizada junto à Av Nossa Senhora de Saúde e depois o acesso a pé até a praia é bem fácil.

Depois de passearmos bastante pela linda Aveiro seguimos para Águeda, outra joia de Portugal.

Águeda é famosa por seus guarda-chuvas coloridos, a principal atração da cidade. É tudo tão bonito e cheio de cores que passamos horas por ali tirando milhões de fotos.

Tivemos muita sorte, chegamos bem no meio de uma das festas mais famosas de Águeda: Agita Águeda, um festival que lota a cidade com shows, barracas de comida e bebida… estava tudo tão animado que decidimos pernoitar ali mesmo. O local escolhido para o pernoite foi exatamente onde havíamos deixado o motorhome estacionado: no Parque de estacionamento ao lado do Pavilhão onde ocorria a festa.

Pernoite: Parque de estacionamento na cidade de Águeda – free camping.

Águeda - Roteiro na Mão
Águeda – Roteiro na Mão

2º Dia – Águeda / Coimbra / Fátima

Após o café da manhã seguimos para Coimbra.

Coimbra famosa por sua Universidade, a mais antiga de Portugal e uma das mais antigas da Europa. Coimbra se tornou a “Cidade dos Estudantes” e é parada obrigatória por toda a sua história e beleza.

Coimbra - Roteiro na Mão
Coimbra – Roteiro na Mão

Após explorarmos todo o complexo da Universidade decidimos visitar a Quinta das Lágrimas, local onde D.Pedro se encontrava em segredo com Inês de Castro, com quem tinha um romance proibido (lembram dessa história??). A Quinta das Lágrimas é considerado o local mais romântico de Portugal, embora essa história de amor entre D.Pedro e Inês, ter tido um final bastante trágico.

Quase impossível uma vaga de estacionamento para o motorhome em Coimbra, era julho e a cidade estava repleta de turistas. O jeito foi mesmo revezarmos no volante, ficava sempre um no carro.

De Coimbra seguimos para Fátima e com certeza dispensa qualquer comentário. O dia estava lindo, a igreja não estava absurdamente lotada e foi uma experiência única, não tem como não se emocionar diante de tanta grandiosidade.

Santuário de Fátima - Roteiro na Mão
Santuário de Fátima – Roteiro na Mão

Ficamos no Santuário até o anoitecer e então decidimos pernoitar em Fátima. Bem atrás da Igreja encontramos um parque de estacionamento para autocaravanas, livre e gratuito… mas não era um parque qualquer, era muito mais que muitos campings que já visitamosm banheiros impecáveis, limpos, duchas excelentes, tomadas, água quente, mesinhas para piquenique, áreas cobertas … simplesmente perfeito.

Pernoitar em Fátima foi uma das experiências mais válida de toda a nossa viagem. Depois do jantar ainda fomos caminhando para a igreja e assistimos a missa da madrugada, sonho realizado.

Santuário de Fátima - Roteiro na Mão
Santuário de Fátima – Roteiro na Mão

3º Dia – Fátima / Batalha / Nazaré

Após nosso café da manhã seguimos para Batalha.

Mosteiro da Batalha - Roteiro na Mão
Mosteiro da Batalha – Roteiro na Mão

Um monumento gótico e com certeza o mais grandioso que já pude ver pessoalmente. O Mosteiro da Batalha levou um período muito extenso para ser construído e finalizado e é bastante interessante conversar com um português de Batalha que explica com detalhes o significado de cada traço.

Seu interior também impressiona com magníficos vitrais, os claustros, as Capelas Imperfeitas ou inacabadas…

Paramos o motorhome nos estacionamentos de rua mesmo e não tivemos dificuldade.

De Batalha seguimos para Nazaré. Como o dia estava bem quente e em pleno auge do verão, nos deparamos com uma praia repleta de turistas. Conseguimos estacionar com certa facilidade numa das travessas da avenida da praia.

Logo que chegamos na orla já nos deparamos com as famosas “peixeiras de Nazaré”, mulheres que vendem as sardinhas torradas ao sol. 1 Euro 5 sardinhas e não sei se eu estava com muita fome mas adorei… tem que experimentar…

Almoçamos na avenida principal da praia e depois caminhamos até o Ascensor de Nazaré que nos levou para a parte alta da cidade. O Ascensor, que eu geralmente morro de medo, me impressionou por ser bastante moderno e seguro, a vista é de tirar o fôlego.

Na parte alta da Vila o visual é divino, conseguimos avistar toda a cidade de Nazaré e uma grande extensão do mar. Dali caminhamos até a Praia do Norte, famosa pelos campeonatos mundiais de surf, e é exatamente na Praia do Norte que no inverno as ondas chegam até 30 metros …

Nazaré - Roteiro na Mão
Nazaré – Roteiro na Mão

Nosso pernoite foi decidido de última hora (como “sempre”..rsrs…) Pernoitamos na própria Praia do Norte, uma espécie de “camping selvagem”. Ali somente nossas carrinhas, o mar, um céu incrível, churrasco e muitas risadas, melhor impossível. Um noite que ficará pra sempre na memória.

Nazaré me conquistou de uma forma que eu não esperava, adorei a cidade, o clima praiano e o visual do miradouro… pretendo voltar logo!!

Praia do Norte - Nazare - Roteiro na Mão
Praia do Norte – Nazaré – Roteiro na Mão

4º Dia – Nazaré / Óbidos / Caldas da Rainha

Por essas e outras que sou apaixonada por viagens de motorhome, essa liberdade que só conseguimos porque não temos horário para o check in no hotel, porque as decisões podem ser tomadas em cima da hora, porque não temos malas pra arrumar e nem preocupação com o check out, o roteiro pode ser mudado de acordo com o “gosto do freguês”…liberdade que não tem preço!!

Passamos ainda a manhã toda em Nazaré, fotografando e aproveitando a praia. Após nosso almoço seguimos para Óbidos.

Tentamos subir de motorhome até a entrada principal da Vila de Óbidos e acabou que não deu certo, as ruas são extremamente estreitas e não suportam carros grandes e por pouco não ficamos entalados nas vielas. A dica é estacionar nos estacionamentos abertos localizados na parte baixa da Vila e ai então subir caminhando… força na perna!!!

Óbidos nem preciso dizer que me encantou do começo ao fim, uma cidade medieval construída dentro de muralhas, com um belíssimo castelo e um labirinto de ruelas e casas brancas com janelas floridas… divino!! Pra quem quer viver ao máximo a experiência medieval, a Vila de Óbidos ainda oferece passeios de carruagens.

Outra atração é a deliciosa Ginjinha de Óbidos, que pode ser tomada num copinho de chocolate… essa você não pode deixar de provar!!!

Vila de Óbidos - Roteiro na Mão
Vila de Óbidos – Roteiro na Mão

Saímos de Óbidos já quase ao anoitecer e em busca de um lugar para o pernoite.

Encontramos um Parque de Autocaravana em Foz do Alheiro – Caldas da Rainha, bem de frente a praia. Pagamos em torno de 4 Euros o pernoite.

O lugar estava bastante lotado e achei um bocado desorganizado, mas no geral nos serviu bem, lugar seguro e bom preço. Ainda saímos para uma pizzaria para o jantar.

Caldas da Rainha - Roteiro na Mão
Caldas da Rainha – Roteiro na Mão

5º dia – Caldas da Rainha / Cascais / Lisboa

Pela manhã seguimos para Cascais. Na chegadas fomos direto para um supermercado Jumbo, precisávamos abastecer o motorhome.

Conseguimos estacionar numa rua próxima ao supermercado e de lá seguimos caminhando para a primeira praia, Praia da Duquesa. O tempo não estava pra praia mas mesmo assim as areias estavam lotadas. Saímos caminhando pela orla sentido Praia dos Pescadores. Paramos no centrinho pra o almoço e passamos o resto da tarde caminhando e curtindo a belíssima Cascais.

Cascais - Roteiro na Mão
Cascais – Roteiro na Mão

No final do dia seguimos para Lisboa em busca de um local para o pernoite. Encontramos o Parque Florestal de Monsanto que possui um estacionamento para autocaravana. Um parque muito bonito, bem no alto na Serra de Monsanto e com uma vista privilegiada de Lisboa, mas o tempo estava bem frio e nem aproveitamos muito o parque.

Mosteiro dos Jerônimos - Lisboa
Mosteiro dos Jerônimos – Lisboa

6º Dia – Lisboa

Após o café da manhã seguimos para Belém e estacionamos a carrinha bem ao lado da Marina (Estacionamento Museu da Eletricidade, se não me engano…), totalmente free e bastante lotado. O Parque de estacionamento fica muito bem localizado, a uma curta caminhada até a Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, Mosteiro dos Jerônimos e os famosos Pastéis de Belém, melhor localização impossível.

Como o estacionamento estava disputadíssimo decidimos sair para o centro de Lisboa de Uber e foi a melhor escolha, mesmo porque o centro de Lisboa de motorhome não tem como.

Ponte 25 de Abril - Lisboa  - Roteiro na Mão
Ponte 25 de Abril – Lisboa – Roteiro na Mão

7º Dia – Lisboa / Badajoz

Acordamos e nos despedimos do pessoal que seguiria viagem para Paris e estavam devolvendo o motorhome. Hoje foi aquele dia de banzo e já com saudades das risadas e de toda a turma reunida.

Nós continuamos nossa viagem seguindo agora para a Espanha, para a Região da Extremadura. Nossa primeira parada foi em Badajoz (225Km de Lisboa).

Badajoz é belíssima, a começar pela Alocozaba considerada a maior da Europa. Ficamos também um bom tempo na Plaza Alta que é a principal praça de Badajoz e pernoitamos no Paseo Fluvial del Guadiana, um dos parques mais lindo da viagem…

Plaza Alta - Badajoz - Roteiro na Mão
Plaza Alta – Badajoz – Roteiro na Mão

Ficamos até tarde no restaurante dentro do próprio parque.

8º Dia – Badajoz / Mérida / Cáceres

Plaza Mayor de Mérida - Roteiro na Mão
Plaza Mayor de Mérida – Roteiro na Mão

Acordamos em Badajoz e preparamos um delicioso café da manhã dentro do motorhome. De lá seguimos para mais uma cidade da Região de Extremadura, a cidade de Mérida.

Fique atento aos horários da “Siesta” na Espanha, não é lenda não, as lojas fecham suas portas entre as 14hs e as 17hs, nada de preocupação com o mundo capitalista… rsrs. Estou avisando pois quando chegamos em Mérida parecia cidade fantasma, todo o comércio fechado e então aproveitamos o horário da siesta e fomos visitar o conjunto arqueológico da cidade que aliás aconselho muito conhecerem.

Não tivemos qualquer dificuldade em estacionar, encontramos muitas vagas na rua.

Depois de uma tarde deliciosa em Mérida, seguimos rumo a Cáceres, outra cidade que queríamos muito conhecer. A distância entre Cáceres e Mérida é de mais ou menos 1 hora.

Chegamos em Cáceres e começamos nosso passeio pela Plaza Mayor e em seguida o centro histórico que por sinal é belíssimo. Não caminhe por Cáceres com um “roteiro na mão”, se perca pelas incríveis vielas e praças… é de impressionar.

Nosso pernoite foi mesmo em Cáceres, encontramos um parque de autocaravana que nos atendeu muito bem: Area de Autocaravanas del Valhondo Cáceres (Av de La Universidad, 2 – Cáceres). Tinham outros motorhomes estacionados ali mas foi tudo muito tranquilo e o local também disponibiliza de um restaurante e café.

Plaza Mayor de Caceres - Roteiro na Mão
Plaza Mayor de Caceres – Roteiro na Mão

9º Dia – Cáceres / Salamanca

Após nosso café da manhã era dia de passar pela minha cidade preferida da Espanha: Salamanca…

Catedral Nova de Salamanca - Roteiro na Mão
Catedral Nova de Salamanca – Roteiro na Mão

Realizei um sonho: apresentar Salamanca para os meus pais.

Nosso almoço foi na Plaza Mayor e ao anoitecer voltamos para o motorhome. Tomamos um banho e seguimos de volta para o Centro Histórico, era noite de verão e tinha muita gente na rua e muita animação. Se Salamanca é linda de dia, a noite é ainda mais impressionante. Ficamos até 1 hora da manhã dançando e cantando com os espanhois… noite marcante.

10 Dia – Salamanca / Miranda do Douro

Após o café da manha, seguimos direto para Miranda do Douro pois a ideia era pegarmos o Cruzeiro Ambiental do Douro Internacional, porém chegamos cedo demais e a próxima saída seria somente no final da tarde e como o calor estava matando decidimos seguir para um camping.

A busca era um camping com piscina, o calor estava de matar… encontramos o Douro Camping – Rua do Parque de Campismo – Miranda do Douro. Anote esse nome e não deixe de conhecer se estiver pela região. Super organizado, com piscina, banheiros limpos e uma vista maravilhosa da cidade.

Nosso pernoite foi no camping e ainda aproveitamos as churrasqueiras e preparamos um delicioso churrasco.

Miranda do Douro - Roteiro na Mão
Miranda do Douro – Roteiro na Mão

11º Dia – Miranda do Douro / Vila Real / Braga

Acordamos cedo e seguimos viagem para Vila Real, uma deliciosa cidade da região de Trás-os-Montes. Ali almoçamos e aproveitamos para uma caminhada pelo centrinho. A ideia era incluir o Palácio Mateus em nossa passagem por Vila Real, porém nos perdemos no tempo e acabou ficando para a próxima visita.

Vila Real - Roteiro na Mão
Vila Real – Roteiro na Mão

Seguimos viagem e chegamos em Braga já ao anoitecer.

Veja abaixo todo nosso trajeto:

Essa viagem foi marcante por uma série de razões: levamos meus pais para uma primeira experiência de motorhome, estávamos acompanhados de amigos queridos e que já estávamos com bastante saudades, pegamos dias maravilhosos, não tivemos qualquer contra-tempo, foi tudo maravilhoso.

O objetivo desse post é mostrar nosso roteiro completo, compartilhar com os futuros campistas os locais e dificuldades de estacionamento em cada uma das paradas.

Informações úteis:

  • Minha sugestão é baixar o aplicativo “TuGas” no seu smartphone. É uma ferramenta ótima para procurar os postos de gasolina mais próximos e os mais baratos em Portugal.
  • Sobre as portagens (pedágios), a dica é usar sempre que possível as estradas secundarias pois não possuem portagens. O motorhome / autocaravana não pode andar rápido demais como um carro qualquer, sendo assim não se faz necessário transitar por uma Autoestrada. Vale alertar que em Portugal o motorhome paga o dobro do valor das portagens de um carro comum, pois faz parte da Classe 2 de veículos.
  • Uma opção para quem não quer perder tempo na viagem preparando as refeições, é parar nos grandes supermercados e comprar o “take Away” e consumir no motorhome.
  • O Supermercado Intermarché é bastante amigo dos campistas e quase todos tem a área de serviço com água, energia e despejo, ahhh o pernoite é free, vale a pena procurar um Intermarché.

Motorhome é estilo de vida !!!

Você também pode gostar de ler:

Cris Hossu

ROTEIRO NA MÃO: Uma família que ama viajar! Uma família louca por viagens e que está sempre de malas prontas para embarcar, não importa pra onde.

Também Poderá Gostar

FAÇA UM COMENTÁRIO