Roteiro na Mão

Roteiro de motorhome por Portugal e Espanha


Partimos, cheios de expectativas, para nossa primeira viagem de motorhome pela Europa. Nesse post compartilho com vocês nosso roteiro completo de 11 dias e 10 noites. Desafios, descobertas, perrengues, acertos e os cenários mais incríveis que já presenciamos.

Roteiro na Mão
Roteiro na Mão

O mês era Julho, férias e verão europeu!! Amigos chegando, estradas perfeitas e motorhome. Alugamos 3 autocaravanas (como é chamado aqui em Portugal) e seguimos para um roteiro de 11 dias por Portugal e Espanha.

Nosso roteiro

1º Dia – Braga / Aveiro / Ílhavo / Águeda

Saímos de Braga com destino à Aveiro. Decidimos seguir viagem pela Autoestrada (com portagem). Distância entre as cidades é de 126Km.

Ainda não havíamos estado em Aveiro e a cidade nos surpreendeu muito positivamente. Estávamos em pleno verão, um azul incrível no céu, o colorido dos barcos moliceiros e muitos turistas pelas ruas.

Aveiro é chamada de Veneza Portuguesa, isso por causa dos seus canais com as gôndolas, que na verdade são os famosos barcos Moliceiros.

Ria de Aveiro - Roteiro na Mão
Ria de Aveiro – Roteiro na Mão

Estacionamos o motorhome no Canal de São Roque, um parque grande de estacionamento e grátis. Dali saímos caminhando até o Canal Central de Aveiro.

Clique aqui e leia nosso post sobre a fantástica cidade de Aveiro.

Pegamos o motorhome e seguimos para Ílhavo, na Praia de Costa Nova. Com certeza você já viu fotos das casas riscadas de Aveiro, certo? Essas casas ficam mesmo na praia de Costa Nova, em Ílhavo (8Km de Aveiro).

Estacionamos o motorhome numa área de serviço especial para esse tipo de carro. Fica junto à Av Nossa Senhora de Saúde. O acesso para a praia é fácil, não precisa andar muito.

A Praia de Costa Nova é belíssima, com um extenso areal, vários bares pé na areia, um clima delicioso, muita gente bonita, muita música e alto astral. Só fique preparado para a água congelante, eu não consigo nem molhar o pé.

Saímos caminhando pela orla em busca das famosas casas de riscas, muito diferente e curioso. Cada casa é riscada de uma cor e, o vermelho, o verde, o amarelo e o azul, são as cores que predominam.

Ílhavo - Aveiro
Ílhavo – Roteiro na Mão

Qual a explicação para essas “casas coloridas”?

Chamados de “Palheiros da Costa Nova”, no início do século XIX, as casinhas riscadas eram usadas como armazéns de pescadores, depois virou a própria moradia desses pescadores.

A explicação para as riscas coloridas era facilitar para o pescador encontrar mais facilmente sua casa, em dias de nevoeiro forte.

Hoje a orla da praia da Costa Nova é a queridinha do Instagram e uma das mais belas do mundo.

Clique aqui e leia nosso posto de Ílhavo e a Praia da Costa Nova.

Depois de aproveitarmos muito a praia, seguimos para nossa última visita de hoje: Águeda, a cidade dos guarda-chuvas coloridos (com certeza você também já viu).

Piramos em Águeda. Toda colorida, cada rua com uma decoração diferente, enfeites nas janelas, flores nos jardins…

Tivemos “A GRANDE SORTE” (sem planejamento algum), acabamos caindo na festa mais famosa da cidade, o AgitÁgueda, um festival que acontece no verão, com shows, barracas de comida, música e muitaaa gente.

Estacionamos o motorhome no Parque de Estacionamento da cidade, também gratuito. Demos sorte por conseguirmos uma vaga, tinha muita gente, por conta da festa.

Depois de caminharmos pelas ruas de Águeda, fomos aproveitar a festa. Conseguimos uma mesa e lá ficamos até bater o sono.

Pernoitamos no motorhome, no próprio parque de estacionamento, ao lado do pavilhão.

Clique aqui e veja nosso post sobre a fofa cidade de Águeda.

Águeda - Roteiro na Mão
Águeda – Roteiro na Mão

2º Dia – Águeda / Coimbra / Fátima

Acordamos cedo, tomamos o café da manhã numa padaria e partimos para Coimbra.

Distante 50 Km de Águeda, chegamos rapidinho na “Cidade dos Universitários”. Seguimos também pela Autoestrada (A1) e pagamos portagem.

Coimbra famosa por sua Universidade, a mais antiga de Portugal e uma das mais antigas da Europa.

A famosa “Cidade dos Estudantes”, está no centro de Portugal e é parada obrigatória para quem está rodando o país.

Coimbra - Roteiro na Mão
Coimbra – Roteiro na Mão

Confesso que em Coimbra tivemos nosso “Primeiro Perrengue” com o motorhome.

Chegamos na cidade e subimos direto para as Universidades, queríamos ficar o mais próximo possível da entrada, UM GRANDE ERRO, foi muito difícil encontrar um lugar para estacionarmos o motorhome. Mesmo sendo Julho, mês de férias, Coimbra estava repleta de turistas. Não tivemos opção senão estacionarmos atrás de outro carro e revezarmos o volante…

Não aconselho subir de motorhome até o complexo das Universidades, as ladeiras são bem íngremes e não há lugar para estacionar um carro daquele tamanho.

Passamos algumas horas encantados com Coimbra, e com tudo o que estávamos conhecendo, é muita história.

Clique aqui e veja nosso post completo de Coimbra.

De Coimbra seguimos para Fátima, e em 1 hora estávamos num dos maiores centros Marianos do Mundo. Também fizemos esse percurso pela Autoestrada-A1.

O dia estava absurdamente lindo e foi um dos momentos mais especiais das nossas vidas, uma emoção indescritível, impossível conter as lágrimas diante de tamanha grandiosidade e espiritualidade.

Assistimos à missa, visitamos todo o complexo e quando percebemos já havia anoitecido. Decidimos pernoitar mesmo em Fátima.

Bem atrás da igreja encontramos um parque de estacionamento para autocaravanas, livre e gratuito. É um local próprio para peregrinos e posso dizer que foi um dos melhores campings que já pernoitamos. Banheiros impecáveis, novos, limpos, duchas modernas, água bem quente, piso brilhando de tão limpo.

O Park é bastante grande, com mesas para piquenique e com cobertura. Pernoitar em Fátima foi uma das experiências mais válidas de toda a nossa viagem.

Depois do jantar ainda fomos caminhando para a Igreja e assistimos a Missa da Madrugada, um sonho realizado.

Santuário de Fátima - Roteiro na Mão
Santuário de Fátima – Roteiro na Mão

Clique aqui e veja nosso post completo de Fátima.

Santuário de Fátima - Roteiro na Mão
Santuário de Fátima – Roteiro na Mão

3º Dia – Fátima / Batalha / Nazaré

Após o café da manhã, seguimos para Batalha. Não levamos mais que 20 minutos de viagem.

Mosteiro da Batalha - Roteiro na Mão
Mosteiro da Batalha – Roteiro na Mão

Estacionamos na rua, bem próximo ao Mosteiro, nas próprias vagas demarcadas para carros. Foi fácil pelo fato da cidade estar bem vazia.

O Mosteiro da Batalha é um ícone do país e não podia ficar fora do nosso roteiro. Uma das 7 Maravilhas de Portugal e Patrimônio da Humanidade. Um monumento gótico e com certeza o mais grandioso que já pude ver pessoalmente.

Com um significado histórico importantíssimo para Portugal, é no Mosteiro da Batalha que estão sepultados o Rei D. João I e sua esposa, a Rainha Filipa de Lencastre, e seus filhos.

Seu interior também impressiona com magníficos vitrais, os claustros, as Capelas Imperfeitas ou inacabadas…

Clique aqui e leia nosso post completo sobre o Mosteiro da Batalha.

Seguimos viagem para Nazaré, nossa última parada de hoje.

De Batalha para Nazaré são somente 30Km.

Como o dia estava bem quente e em pleno auge do verão, pegamos uma praia repleta de turistas, tanto na areia como caminhando no calçadão.

Conseguimos estacionar numa das travessas da avenida da praia, bem próximo do calçadão, não tivemos qualquer dificuldade.

Almoçamos na avenida principal da praia, num dos vários restaurantes ali na orla.

Após o almoço, saímos caminhando até o Ascensor de Nazaré e lá subimos para a parte alta da cidade. Pense num visual incrível… uma vista de tirar o fôlego.

Comecinho da tarde e então seguimos para a Praia do Norte. Pegamos o motorhome, encontramos um caminho sem asfalto e com alguns poucos motorhomes estacionados, decidimos então nos juntar a eles e pernoitamos por ali mesmo.

A Praia do Norte é mundialmente famosa por suas ondas gigantes. Eu mal podia acreditar que estávamos ali, pernoitando bem em frente a praia e com um visual dos sonhos.

Por essas e outras que somos tão apaixonados por motorhome, é a tal liberdade de seguir ou ficar, sem a preocupação do check-in/out, sem tirar e guardar as malas no carro…

Nossa noite em Nazaré ficará pra sempre na memória. Um cenário maravilhoso, um céu todo estrelado, muita conversa e muitas risadas. Viajar é ter história pra contar…

Quer saber mais sobre nossa passagem por Nazaré? Clique aqui e leia nosso post.

Nazaré - Roteiro na Mão
Nazaré – Roteiro na Mão

Nazaré me conquistou de uma forma que eu não esperava, adorei a cidade, o clima praiano e o visual do miradouro… pretendo voltar logo!!

Praia do Norte - Nazare - Roteiro na Mão
Praia do Norte – Nazaré – Roteiro na Mão

4º Dia – Nazaré / Óbidos / Caldas da Rainha

Passamos ainda a manhã toda em Nazaré, fotografando e aproveitando a praia.

Almoçamos no motorhome e seguimos para Óbidos.

Foi em Óbidos que tivemos nosso “Segundo Perrengue”, segundo e o pior até aqui. Fizemos a grande besteira de subir de motorhome até a entrada da Vila… péssima ideia. As ladeiras de paralelepípedo que vão estreitando de uma hora pra outra, até que num determinado momento não conseguíamos voltar e nem seguir em frente… foi tenso. Conseguimos, com ajuda de outras pessoas, uma saída pra descermos dali, e então estacionamos na parte baixa da Vila e subimos a pé.

Bem na entrada na chegada em Óbidos, você verá um estacionamento bastante grande… (não tem como errar), pare o motorhome ali, nem pense em continuar pois não dará certo.

Nem preciso dizer o quanto amei essa Vila, aliás, eu já amava Óbidos mesmo antes de conhecer…rsrs. Uma cidade medieval construída dentro de uma muralha, com um belíssimo castelo e um labirinto de ruelas e casas brancas com janelas floridas… Uma viagem no tempo!! Pra quem quer viver ao máximo a experiência medieval, a Vila de Óbidos ainda oferece passeios de carruagens.

Outra atração é a deliciosa “Ginjinha de Óbidos”, um licor delicioso e que pode ser tomado num copinho de chocolate… essa você não pode deixar de provar!!!

Óbidos
Vila de Óbidos – Roteiro na Mão

Saímos de Óbidos já quase ao anoitecer e precisávamos de um lugar para nosso pernoite.

Encontramos um Parque de Autocaravana em Foz do Alheiro – Caldas da Rainha (15Km distante) – Parque Autocaravanas Foz do Alheiro. Um bom camping.

Estava tudo meio desorganizado em função da super lotação de verão, mas nos serviu muito bem. Pagamos barato (em torno de 4 Euros o pernoite). Estendemos o toldo, montamos a mesinha e lá preparamos nosso jantar… foi tudo de bom!!

Caldas da Rainha - Roteiro na Mão
Caldas da Rainha – Roteiro na Mão

5º dia – Caldas da Rainha / Cascais / Lisboa

Pela manhã seguimos para Cascais. Antes disso, tentamos (sem sucesso) visitarmos Sintra. Já adianto para os viajantes: NÃO TENTE CONHECER SINTRA DE MOTORHOME. Sintra é uma Vila encravada numa serra e para chegarmos nos Palácios e no Castelo, precisamos seguir por caminhos estreitos, totalmente impossível de motorhome.

O que você pode fazer: estacionar o motorhome bem na entrada da cidade e recorrer ao transporte público. É uma cidade incrível, uma das mais lindas que já estive, mas não foi feita para o motorhome.

Optamos em deixar Sintra pra uma próxima e seguimos viagem para Cascais.

Na chegada em Cascais fomos direto para o supermercado, precisávamos abastecer nossa geladeira. Entramos no estacionamento do Jumbo, fizemos nossas compras e depois estacionamos o carro numa rua próxima. Era uma rua bem residencial e tivemos atenção em não deixarmos o motorhome em frente nenhuma casa. Dali seguimos caminhando a pé, até a Praia da Duquesa.

Mesmo com o tempo nublado, a areia da praia estava repleta de banhistas.

Caminhamos por toda a orla sentido Praia dos Pescadores. Paramos no centrinho pra o almoço e passamos o resto da tarde respirando o glamour de Cascais. Agora entendo porque Cascais era frequentada pela realeza…

Clique aqui e veja como foi nossa passagem por Cascais.

Cascais - Roteiro na Mão
Cascais – Roteiro na Mão

Quase escurecendo e então partimos para Lisboa em busca de um local para pernoitarmos. Encontramos o Parque Florestal de Monsanto, um parque grande e com uma área para estacionamento de motorhome.

O Parque fica numa localização incrível, bem no alto na Serra de Monsanto e com uma vista privilegiada de Lisboa. Aviso que essa área não é um camping, não tem estrutura para motorhome, apenas um grande estacionamento a céu aberto.

A noite estava bem gelada e nem saímos do carro. Jantamos, assistimos um pouco de TV e dormimos.

Mosteiro dos Jerônimos - Lisboa
Mosteiro dos Jerônimos – Lisboa

6º Dia – Lisboa

Logo pela manhã descemos para Belém. Estacionamos a carrinha bem ao lado da Marina (Estacionamento Museu da Eletricidade, se não me engano…), totalmente free e bastante lotado (não foi fácil encontrar uma vaga).

O Parque de estacionamento fica muito bem localizado, a uma curta caminhada até a Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos, Mosteiro dos Jerônimos e os famosos Pastéis de Belém… melhor localização impossível.

Com um estacionamento disputadíssimo, optamos por deixar a carrinha ali e sairmos para o turismo de taxi, foi o melhor que fizemos. Lembrando que o Centro de Lisboa de motorhome, eu também não indico.

Ponte 25 de Abril - Lisboa  - Roteiro na Mão
Ponte 25 de Abril – Lisboa – Roteiro na Mão

7º Dia – Lisboa / Badajoz

Acordamos e nos despedimos do pessoal que seguiria viagem para Paris. Hoje foi aquele dia de banzo e já com saudades das risadas e de toda a turma reunida.

Nós continuamos nossa viagem, agora somente nós 6. Seguimos então para a Espanha – Região da Extremadura.

Nossa primeira parada foi em Badajoz (225Km de Lisboa). Uma cidade bem tranquila para se locomover de motorhome.

Fomos direto para a Alcáçova (uma fortificação árabe), e a de Badajoz é considerada a maior da Europa. Pode visitar tranquilo pois existe um amplo estacionamento que acomoda perfeitamente carros grandes.

Dali partimos para o Centro Histórico. Estacionamos no Paseo Fluvial del Guadiana, um dos parques mais lindos que já estivemos. Encontramos um recuo pequeno para estacionamento de motorhome, o que foi mais que perfeito para montarmos nosso acampamento.

Fomos caminhando até a Plaza Alta, principal Plaza de Badajoz. Sentamos para um café, visitamos todo o centro e nos surpreendemos muito positivamente com a cidade.

O pernoite foi no próprio Parque Paseo Fluvial del Guadiana.

Clique aqui e veja como foi nossa passagem por Badajoz.

Plaza Alta - Badajoz - Roteiro na Mão
Plaza Alta – Badajoz – Roteiro na Mão

8º Dia – Badajoz / Mérida / Cáceres

Plaza Mayor de Mérida - Roteiro na Mão
Plaza Mayor de Mérida – Roteiro na Mão

Acordamos em Badajoz e preparamos um delicioso café da manhã dentro do motorhome. De lá seguimos para mais uma cidade da Região de Extremadura, a cidade de Mérida.

Fique atento aos horários da “Sesta” na Espanha, não é lenda não, o comércio fecha suas portas entre as 14hs e as 17hs.

Nós chegamos em Mérida bem na hora da sesta e demos de cara com uma cidade fantasma. Pense em tudo fechado…

Aproveitamos o horário da sesta e fomos visitar o conjunto arqueológico da cidade, um passeio que aconselho.

Não tivemos qualquer dificuldade pra estacionarmos em Mérida, encontramos muitas vagas na rua e foi bem tranquilo.

Clique aqui e veja como foi nossa passagem por Mérida.

Depois de uma tarde deliciosa seguimos para Cáceres, outra cidade que queríamos muito conhecer. A distância entre Cáceres e Mérida é de mais ou menos 1 hora.

Chegamos em Cáceres e começamos nosso passeio pela Plaza Mayor e Centro Histórico. Não caminhe por Cáceres com um “roteiro na mão”, se perca pelas incríveis vielas e praças… é de impressionar.

Nosso pernoite foi mesmo em Cáceres, na Area de Autocaravanas del Valhondo Cáceres. Um lugar que nos acolheu muito bem, com um café e um restaurante a disposição dos campistas e, o melhor de tudo, é que não pagamos absolutamente nada pelo pernoite… Adoro os “Free Camping”

Clique aqui e veja como foi nossa passagem por Cáceres.

Plaza Mayor de Caceres - Roteiro na Mão
Plaza Mayor de Caceres – Roteiro na Mão

9º Dia – Cáceres / Salamanca

Após nosso café da manhã em Cáceres, seguimos sentido a mais linda cidade da Espanha… Salamanca…rsrs

Catedral Nova de Salamanca - Roteiro na Mão
Catedral Nova de Salamanca – Roteiro na Mão

Estava ali realizando um sonho: apresentar Salamanca para os meus pais.

Estacionamos no Elio Antônio de Nebrija Park, um parque lindo e imenso. Fica do outro lado do Rio Tormes, basta cruzarmos a belíssima Ponte Romana, e já estamos no Centro Histórico de Salamanca.

Deixamos o motorhome por todo o tempo ali e preferimos caminhar a pé. Pra dizer a verdade, nem sei se é permitido andar de motorhome pelo Centro Histórico. De qualquer forma, não se arrisque, já aviso que terá dor de cabeça.

Nosso almoço foi na Plaza Mayor. Já quase anoitecendo, fomos para o motorhome somente para tomarmos um banho e voltamos para o centro. Era noite de verão e a cidade estava lotadíssima, muito animada. Ficamos até 1 hora da manhã dançando e cantando com os espanhóis… noite marcante.

Clique aqui e veja como foi nossa passagem por Salamanca

10º Dia – Salamanca / Miranda do Douro

Após o café da manhã, seguimos direto para Miranda do Douro. A ideia era pegarmos o Cruzeiro Ambiental do Douro Internacional, acontece que chegamos cedo demais e a próxima saída seria somente no final da tarde… acabamos desistindo do passeio, estava muito calor e saímos em busca de um camping que tivesse piscina.

Não foi tarefa fácil, até que encontramos o Douro Camping. Fomos muito bem recebidos, é um lugar lindo, com uma vista fantástica, com espaço para churrasco e uma piscina (pequena) que nos caiu muito bem.

Miranda do Douro - Roteiro na Mão
Miranda do Douro – Roteiro na Mão

11º Dia – Miranda do Douro / Vila Real / Braga

Acordamos cedo e continuamos nossa viagem para Vila Real.

Vila Real é uma cidade fofa da região de Trás-os-Montes. Ali almoçamos e aproveitamos para uma caminhada pelo centrinho. A ideia era incluir o Palácio Mateus em nosso roteiro, porém nos perdemos no tempo e acabou ficando para a próxima visita.

Muito tranquilo andar de motorhome por Vila Real, estacionamos mesmo na rua e não tivemos qualquer dificuldade.

Vila Real - Roteiro na Mão
Vila Real – Roteiro na Mão

Seguimos viagem e chegamos em Braga já ao anoitecer.

Veja abaixo todo nosso trajeto:

Essa viagem foi marcante por uma série de razões: levamos meus pais para uma primeira experiência de motorhome, estávamos acompanhados de amigos queridos, pegamos dias maravilhosos, não tivemos qualquer contra-tempo, foi tudo maravilhoso.

O objetivo desse post é compartilhar nosso roteiro completo, informar os locais que estacionamos em cada parada e alertar das nossas dificuldades de locomoção em algumas cidades.


SOBRE O MOTORHOME

Quanto pagamos pela locação do motorhome?

Alugamos o motorhome de um particular. Alta temporada.

Pagamos 90Euros a diária – Valor total = 990Euros.

Qual era o Modelo do Motorhome?

Fiat Ducato carioca CI 2.8D de 2003.

São muitos os modelos disponíveis para locação, desde os compactos para 2 pessoas, até os grandes para 7 pessoas. Nós alugamos um modelo Family – Fiat Ducato carioca CI 2.8D de 2003. Esse modelo acomodou muito bem 6 pessoas e atendeu nossas necessidades.

Tinha aquecimento e ar condicionado?

Pegamos temperaturas muito altas, mas também tivemos alguns poucos dias mais gelados. O motorhome nos serviu muito bem em ambos os casos.

O aquecimento a gás propano é perfeito, e mesmo com temperaturas baixas, conseguimos manter o carro bem aquecido. Quanto ao ar condicionado, esse só funciona na cabine do motorista e não gela muito na parte traseira do veículo.

Como funciona a energia do motorhome?

Nosso motorhome possuía aquecimento solar e foi uma das razões de nossa escolha. Ficávamos durante a noite com a TV ligada, nunca nos faltou água quente e nem eletricidade.

O carro funciona a diesel (gasóleo) e o motorhome funciona também com bateria, gás ou eletricidade. Com o carro em movimento, a geladeira era sustentada pela bateria. Com o carro parado, a geladeira e o aquecimento funcionavam a gás. Já as tomadas não precisavam de eletricidade em função do aquecimento solar.

Um motorhome com placa solar facilita absurdamente, você não precisa sair em busca de um camping para usar a eletricidade, pode seguir a viagem toda sem precisar conectar o carro a energia.

A água e o esgoto do carro?

Você tem que ficar atento ao painel central do motorhome, ali você acompanha o nível da água limpa e suja.

São dois compartimentos que armazenam a água:

. A água limpa que é usada na pia da cozinha, no chuveiro e na descarga.

. A água suja (com a mesma capacidade de armazenamento da limpa).

Na media que o painel acusa que a água está acabando, basta procurar um local próprio para motorhome, um posto ou mesmo um camping, abrir o reservatório para a saída da água suja e com uma mangueira encher o reservatório de água limpa.

O esgoto também é descartado nos lugares apropriados para o motorhome.

Achei a questão do despejo aqui na Europa, bem mais prático que nos EUA, isso porque o reservatório daqui não é fixo. Isso facilita imenso, você pode transportá-lo para qualquer lugar.

Já nos EUA, você precisa engatar a mangueira e soltar o detrito numa estação própria para esse fim (achei mais complicado).

Aqui colocamos um produto químico em cada limpeza, esse produto dilui tudo, inclusive o papel higiênico específico. O melhor é que não tem cheiro algum.

Como fizeram com a louça e roupa de cama?

O carro que alugamos já disponibilizava todos os itens de cozinha, não precisamos levar nada.

Já a roupa de cama, levamos a nossa. Você tem a opção de alugar também.


Primeiros passos:

A locação do motorhome

Depois de muitas pesquisas, decidimos alugar de um particular em Guimarães.

O carro nos atendeu muito bem. Ficamos satisfeitos com o valor pago e os itens a mais que o motorhome oferecia.

A Carta de Condução necessária para conduzir uma autocaravana:

categoria B te dá permissão para dirigir motorhome de até 3.500Kg, acima disso terá que ter a carteira de habilitação categoria C. Quase todas as empresas de aluguel de carro e motorhome exigem que o motorista tenha a carteira de motorista emitida a mais de 2 anos.

A categoria do veículo na cobrança das portagens:

A Autocaravana com 2 eixos entra na Categoria Classe 2 (Para veículos com até 3.500KG)

Posso usar minha habilitação do Brasil?

Para durações de reservas pequenas e médias, não é necessário uma licença internacional. Você pode utilizar sua habilitação brasileira.


DICAS IMPORTANTES PARA O CARAVANISTA:

Tenha em mãos os locais permitidos e não permitidos para estacionar e pernoitar, bem como os locais para o despejo de água suja e das sanitas químicas.

Abaixo alguns sites que considero importantes:

Camping Car Portugal – Site que lhe ajuda a encontrar a Área de Serviço mais próxima da zona onde você se encontra, juntamente com todos os serviços disponíveis.

Portugal Easy Camp – Esse site reúne Quintas Vinícolas, que permitem o pernoite a convite do produtor, em troca de aquisição de produtos da Quinta.

Visit Portugal – Um site bastante completo. Por aqui você pode conhecer os inúmeros parques de campismo de Portugal. O site lhe permite fazer a triagem por região e zona.

TuGas – Um aplicativo ótimo para encontrar os postos de gasolina mais próximos e os mais baratos em Portugal.

Intermarché – A rede de Supermercado Intermarché é bastante amiga dos campistas e quase todos possuem área de serviço com água, energia e despejo. Vale a pena procurar um Intermarché e confirmar se é ou não permitido.


Guia Prático para planejar sua viagem:

SEGURO VIAGEM

Nunca viaje sem contratar um Seguro Viagem, além de ser OBRIGATÓRIO na Europa e em muitos outros países, é também a garantia de uma viagem sem imprevistos.

Eu sempre contrato a Word Nomads. Pra mim, é o mais completo Seguro do mercado. Clique aqui e faça o seu orçamento e reserva


Gostou do post?

Deixe seu comentário abaixo caso tenha alguma dúvida ou sugestão. Teremos imenso prazer em lhe retornar:)

O blog Roteiro na Mão tem alguns parceiros que podem te ajudar no momento de planejar sua viagem; é só você acessar um dos links abaixo e fazer sua cotação e reserva.

Os valores cobrados diretamente no site dos nossos parceiros, é exatamente o mesmo valor através daqui, e desta forma você estará ajudando o blog a se manter no ar 🙂

Muito boa sorte e sucesso na sua busca… e muito obrigada!!!

Saiba que qualquer dúvida ou ajuda que venha a precisar, é só nos enviar uma mensagem que teremos imenso prazer em lhe ajudar…


Faça aqui seu orçamento de hospedagemHotel, Hostel, Casa ou Apartamento pelo Booking.com

Faça aqui sua cotação de Seguro ViagemSeguro de Viagem com a Word Nomads

Faça aqui sua cotação de aluguel de carroAlugue seu carro com a RentCars


Você também pode gostar de ler:

Cris Hossu

ROTEIRO NA MÃO: Uma família que ama viajar! Uma família louca por viagens e que está sempre de malas prontas para embarcar, não importa pra onde.

Também Poderá Gostar

FAÇA UM COMENTÁRIO

Sobre Nós

Roteiro na Mão

Roteiro na Mão

Uma família viciada em novos roteiros e sempre com as malas prontas. Em 2016 descobriu uma nova paixão: viajar de motorhome! Desde então o mundo ficou pequeno! > LER MAIS

Roteiro na Mão

Roteiro na Mão

Reserve seu Hotel aqui

Booking.com

Alugue seu carro aqui

rentcars.com

Contrate aqui o seu seguro viagem

Siga-nos

Veja também nossas redes sociais.

Membro

Membro